A folha do calendário

Em nosso imaginário, virar o mês é ir até a cozinha e arrancar aquela folhinha do calendário de papel que está pendurado na parede.

O mundo evoluiu e a folha do calendário às vezes fica lá, enquanto que nas redes sociais não faltam cards com as boas-vindas a um novo mês, como é o caso agora, que chega novembro.

Tudo bem, uma simples virada de 31 para 1º pode não ser nada, mas, para as pessoas, tende a ser uma renovação, a esperança de que será um mês melhor que o anterior. Os meses identificam a nossa história e servem como referência e separação. "Vou iniciar minhas aulas em fevereiro". "Tenho um concurso em março". "Acho que iremos viajar em janeiro". "O bebê é para dezembro". E por aí vai.

Pensando assim, o que não pode faltar é uma comunicação atenta a estas trocas que mexem com o sentimento das pessoas. Nesta sexta (01), publicamos, em três páginas, as boas-vindas ao mês de novembro. Aproveitamos para desejar que seja um período repleto de prosperidade, boas ideias, saúde, harmonia e energias positivas, já que também estamos encarando mais um fim de ano.








11 visualizações0 comentário