Do físico para o online: Semana do Idoso também se transforma

Normalmente as Semanas do Idoso aqui em Santiago contavam com eventos que reuniam grande número de pessoas. As da terceira idade, público-alvo, assistiam a palestras, participavam de eventos recreativos e não economizavam nos abraços, beijos e encontros cheios de sorrisos, fotos e diversão.


No contexto da pandemia, o que fazer? Investir em informação e conhecimento. Percebo que essa foi a proposta da Semana Municipal do Idoso em Santiago, coordenada pelo Conselho Municipal do Idoso e Secretaria de Desenvolvimento Social, contando com o apoio da URI Santiago. Desde o dia 27 de setembro estão acontecendo falas nas emissoras de rádio, lives e tardes lúdicas (a programação segue até o dia 1º de outubro).


Diante da pandemia, todos nos organizamos. Alunos em suas aulas online e profissionais nos ambientes de trabalho ou em seu home office. Mas e os idosos? Quem cuida da saúde mental deles? Existe esta preocupação? Nós refletimos sobre as mudanças drásticas que a pandemia trouxe para suas vidas, impossibilitando-os de sair pela rua, visitar amigos, viajar, fazer suas atividades físicas, etc.? Sim, são tempos em que o pensar ganha espaço e as atitudes devem vir a partir disso.


Então hoje, estamos trazendo a divulgação da Semana do Idoso, pensando o seguinte:

- como é bom saber que ela está acontecendo;

- como é significativo ver um conselho tão atuante;

- como é pertinente saber que a saúde ocupa a pauta central da semana.


Agora, o apelo principal: os familiares devem se apropriar destes assuntos, de forma a contribuir para uma vida melhor aos idosos que os rodeiam.






6 visualizações0 comentário