top of page

Um guia para seus textos!

Não é só fazer uma arte bonita. Não é só elaborar um vídeo cheio de efeitos e ângulos magníficos. Textos são importantes para atrair, elucidar, brincar, aproximar, humanizar, informar. E, cá pra nós, tem muito texto desnecessário, ou, publicações que precisariam um bom texto; muita coisa mal escrita; muito erro de português; muita frase ambígua; enfim, volto a insistir no quanto a comunicação é algo sério, é uma vitrine, é nossa imagem, é nossa marca.

 

Trago algumas considerações básicas sobre textos no Marketing, na certeza de que isso não é algo fechado, pois sempre podemos estar repensando, modificando, melhorando nossos fazeres.

 

  • CARD COM INFORMAÇÕES COMPLETAS?

Então, nada de fazer um texto muito grande! Não precisa repetir o que o card já está trazendo! Basta colocar uma frase forte e complementar com informações que não estão contidas no design.

 

  • CARD COM INFORMAÇÕES MÍNIMAS:

Este é aquele post que prioriza trazer as informações na legenda. Então, concentra e mãos a obra: comece o texto com uma frase de impacto, que faça a pessoa sentir vontade de seguir. Depois, já traga as informações principais, o que, quando, onde, como... faça um encerramento legal, deixando alguma mensagem; um reforço - tipo um convite (A hora é agora, bora?); uma chamada para a ação; contatos; ou até uma pergunta, instigando as pessoas a interagirem.

 

  • POST DE FOTO

A pessoa precisa avaliar o que irá escrever sobre a imagem. Algumas, requerem um texto maior, que a explique/complemente, outras falam por si. Alguns textos em torno de uma foto podem abordar uma brincadeira, outros podem ser motivacionais, como por exemplo, ‘boa semana’, ‘sextou’, essas coisas... Post de foto é legal, engaja, mostra bastidores e traz espontaneidade ao negócio.

 

  • NOTÍCIA NAS REDES

Quando se quer publicar notícia, o ideal é usar uma tarja na foto, trazendo a manchete principal e, no texto da legenda, colocar um resumo da notícia, pois, o melhor é que a postagem direcione o seguidor para a leitura na íntegra no site, blog. Quando a notícia é curtinha (nota), pode ser lançada no próprio feed, na íntegra, com uma foto significativa.

 

O texto deve ser objetivo e claro, mas pode ser criativo, fugindo do convencional de sempre.

 

  • ANÚNCIO EM IMPRESSO:

Uma frase principal, fazendo uma chamada atrativa para prender o olhar do leitor, já que nós costumamos escanear a página em um primeiro momento. O texto deve ser enxuto mas qualificado, utilizando também informações básicas, como os contatos. O profissional deve sempre avaliar a pauta do anúncio: se é hora de comemorar o aniversário da empresa, bora contar, em poucas linhas, um pouco dessa história; se é um anúncio de vestibular, é hora de apelar para um gatilho importante como ‘Vagas abertas’ e trazer os cursos disponíveis, bem como, facilidades no pagamento.

 

No impresso é sempre melhor trabalhar por tópicos do que texto corrido, a menos que este texto seja coisa de um parágrafo. Um trabalho importante é do diagramador, que precisa pegar essas informações e bem organizá-las para o anúncio ficar atrativo e bonito. O que conta muito também é o tamanho do anúncio que temos à disposição. O melhor é sempre meia página ou página inteira, apesar do investimento ser bem mais elevado.

 

  • SPOT RÁDIO:

Atenção! Nada de contar toda sua vida no spot de 30 segundos. Texto em rádio serve para deixar a marca da empresa na cabeça das pessoas, a menos que seja um supermercado ou farmácia que trazem ofertas que são acompanhadas e apreciadas pelos ouvintes.

 

Comece com uma frase impactante, identifique logo a empresa, pincele informações principais e faça um fechamento, podendo ser o slogan, uma frase atrativa, os contatos, enfim. A ordem das frases é direta, as frases são curtinhas e, ao terminar de escrever o texto, é preciso ler para conferir se soa bem ao ouvido. Lembre sempre: menos é mais!

 

  • VOCABULÁRIO ADEQUADO:

Se sua persona é um público acima de 50 anos, gênero feminino, não comece escrevendo um texto ‘e aí galeraaaa’ ou vice-versa. Comunique-se de forma mais próxima com seu público, falando gírias, expressões e palavras mais adequadas ao seu cotidiano e a sua vida. Quem as vezes quer falar com todo mundo, pode acabar não falando com ninguém.

 

Prime pelo bom português e surfe na onda da pessoa que vai ler sua mensagem, trazendo maior possibilidade de interação.

 

  • QUANDO SÓ O BÁSICO DO BÁSICO IMPORTA E QUANDO É PRECISO CAPRICHAR NO COPY?

Nem sempre o texto precisa ser muito trabalhado e conter muitas linhas. Se a sua ideia é trazer uma informação bem básica, vá direto ao ponto. Exemplo: Comunicado das Lojas Maria. (a empresa está com problemas no sistema de pagamento). Não há necessidade de elaborar um texto como: ‘Olá pessoal, deixa a gente te contar uma coisa. Deu ruim por aqui e hoje a nossa loja está...’. Com certeza, o card estará explicando o que ocorreu, sendo desnecessário criar textão.

 

Capriche no copy quando a publicação requer. A exemplo, se você quer falar de uma novidade, se quer trazer uma notícia, se quer fazer um convite para um grande evento etc.

 

Exemplo:

 

- Novidade! (que sem graça né?)

- Não tô sabendo lidar com isso! (já dá outra emoção)

 

- Evento previsto para julho. (ora, estamos vendo no card isso...)

- Spoiler chegando pra você que ama uma festa das boas! É que vai ter Oktoberfest por aqui! Prepara o copinho, coloca um calçado baixo, marca os amigos e salva aí pra não esquecer da venda de ingressos! (bem melhor, não?)

 

ESSENCIAL:

- Colocar chamada de ação, seja um link para prosseguir com as informações, para fazer alguma inscrição etc.

- Fazer postagens caprichadas, usando emoticons, dando espaços adequados, colocando a pontuação necessária etc.

- Avaliar! O que está sendo legal e trouxe envolvimento significativo.

 

Um texto não consegue resultados sozinho, tampouco mídias sem o devido cuidado com o texto. Por isso, faça um trabalho 'redondinho', primando por imagens de qualidade, textos oportunos e um posicionamento que mostre quem é você, de forma genuína e legal!

 

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page